“Ao contrário das fantasias dos fundamentalistas, não houve conversão no leito de morte, nenhum refúgio de última hora numa visão consoladora do céu ou uma vida após a morte. Para Carl, o que mais importava era a verdade, e não apenas aquilo que poderia fazer com que nos sentíssemos melhor. Mesmo nessa hora, quando qualquer um seria perdoado por se afastar da realidade de nossa situação, Carl foi inabalável.”

Ann Druyan

Fonte: DRUYAN, Ann. In: SAGAN, Carl. Billions and billions: thoughts on life and death at the brink of the millennium. Random House, 1997, ISBN 0679411607, 9780679411604, 241 páginas. Página 225.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *