“No seu grau supremo, o amor é completamente livre do apego ao ‘eu’. Ele é totalmente despojado e não se apega a nada.”

– Masaharu Taniguchi

Fonte: TANIGUCHI, Masaharu. A Verdade da Vida. Seicho-No-Ie do Brasil, 1992, 199 páginas. Página 18.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *