“Todos os homens, por natureza, anseiam o conhecimento. Uma indicação disso é o prazer que tomamos em nossos sentidos, pois, mesmo sendo além de sua utilidade, eles são amados por si mesmos, e acima de todos os outros, o sentido da visão. Pois não só a visão para a ação, porque mesmo quando não vamos agir em nada, preferimos a visão sobre quase todo o resto. A razão disso é que acima de todos os sentidos que nos faz saber, [a visão] traz à tona muitas diferenças entre as coisas.”

– Aristóteles

Fonte: ARISTÓTELES. Livro I, 980a.21. Parágrafo de abertura da obra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *