“Ao longo da maior parte do século XX, a emoção não foi digna de crédito nos laboratórios. Era demasiado subjectiva, dizia-se. Era demasiado fugidia e vaga. Estava no pólo oposto da razão, indubitavelmente a mais excelente capacidade humana, e a razão era encarada como totalmente independente da emoção…A emoção não era racional, e estudá-la também não era.”

– António DamásioVer Fonte

“Aqueles que afirmam que as ciências matemáticas não dizem nada do belo e do bem estão em erro. Para estas as ciências dizem e provam muita coisa sobre elas, se eles não a mencionam expressamente, mas provam seus atributos que são seus resultados ou definições, não é verdade que não nos diz nada sobre elas. As principais formas de beleza são a ordem, a simetria e a definição, que as ciências matemáticas demonstram em um grau especial.”

– AristótelesVer Fonte